Atendimento de Segunda a Sexta - 8:30 às 12:00 | 13:30 às 18:30
(48) 3626-2407

SINPAAET DEFENDE INTERESSE DOS TRABALHADORES (AS) DE TUBARÃO E REGIÃO.

Unisul continua em grave crise. Sindicato defende os direitos de seus colaboradores e a manutenção da Universidade comunitária e patrimônio de Tubarão.
Compartilhar no Facebook Tweetar

19/11/2018

sinpaaet-defende-interesse-dos-trabalhadores-as-de-tubarao-e-regiao

O Sindicato dos Professores e Auxiliares de Administração Escolar de Tubarão - SINPAAET - vem a público esclarecer que tem lutado para manter o direito constitucional de pagamento de salário em dia dos(as) trabalhadores(as) da Unisul.
A Unisul continua em crise financeira e, mais uma vez, a conta é paga por professores(as) e auxiliares administrativos que estão tendo continuadamente seus salários atrasados desde 2017. Temos demonstrado disposição e até mesmo complacência, pois compreendemos a importância econômica, social e educacional da Unisul para a cidade de Tubarão e região.

No entanto, é necessário tratarmos os fatos com justiça e transparência. Há constante desencontro de informações e com muita frequência ficamos sabendo das determinações da Reitoria pela mídia ou por comunicados internos. Os acordos e as ações são repetidamente descumpridos, quando estes existem. Por exemplo:
1) a Unisul apresentou um cronograma para o pagamento dos salários de setembro, outubro, e 13º deste ano, que, conforme enviou para a mídia, havia sido acordado com o Sinpaaet, porém isso não é verdade. Este cronograma foi apresentado em Assembleia do Sindicato e o mesmo foi rejeitado por unanimidade. Os(as) trabalhadores da Unisul requerem seus pagamentos conforme seu direito garantido pela CLT, ou seja, no dia correto e todo o valor do salário.
2) Em audiência, a respeito de duas ações trabalhistas relativas à multa por atraso de salários de 2013 e danos morais (ACUMP 01615-2013-006-12-00-9), a Unisul diz que ou paga a ação ou paga os salários.

Infelizmente, a Universidade utiliza sua força institucional e política para pressionar a parte mais frágil do elo empregador e empregado: os seus colaboradores.

Diante dessa situação tão crítica, o Sindicato antecipa que irá acionar o pedido de bloqueio de contas a cada atraso de pagamento de salários e de 13º, que houver, conforme decidido em assembleia. Outras medidas judiciais e de mobilização da categoria serão construídas e viabilizadas.
Além de garantir os direitos da classe trabalhadora
que representa, o Sinpaaet está empenhado em defender os interesses da cidade de Tubarão e região, no intuito de garantir uma Universidade forte, comunitária e de propriedade dos munícipes, fortalecendo o nosso orgulho de sermos tubaronenses.

Fonte: Sinpaaet

MAIS NOTÍCIAS

as-reunioes-com-o-sinepe-continuam-informacoes-sobre-a-quarta-rodada-de-negociacao-coletiva
04/04/2024
Na última terça-feira, dia 2 de abril, ocorreu a quarta rodada de negociação com o Sinepe em Florianópolis. O resultado ... Leia mais +
negociacao-coletiva-de-trabalho-3-rodada
21/03/2024
No dia 20 de março, na sede do SINEPE, aconteceu a terceira rodada da Negociação Coletiva de 2024. Não muito diferen... Leia mais +
nota-de-repudio
20/03/2024
No último dia 13 de março, o Sinpaaet divulgou, através de seu site e de suas redes sociais, uma matéria que tratava sob... Leia mais +
negociacao-coletiva-de-trabalho-impasse-entre-sinepe-e-sindicatos-de-trabalhadores
13/03/2024
Na manhã desta terça-feira, 12, o segundo tesoureiro do Sinpaaet, Luiz Paulo Martins, representou o sindicato na segunda... Leia mais +
© Sindicato dos Professores e Auxiliares de Administração Escolar de Tubarão.
Demand Tecnologia